Primeiros livros de 2013 – Milan Kundera

Primeiros livros de 2013 - Milan Kundera

Já fazia algum tempo que eu tinha vontade de ler “A Insustentável Leveza do Ser”, o livro mais conhecido de Milan kundera. Finalmente comprei, li, e adorei!

A história se passa em Praga e Zurique, e tem como pano de fundo a invasão russa na Tchecoslovaquia (a famosa Primavera de Praga). Mas o foco principal do livro são as relações amorosas entre Tomas, Teresa, Franz e Sabina, e as reflexões sobre a existência humana.

Porém, não trata-se apenas de um simples romance. O diferencial do livro são as análises filosóficas e psicológicas que o autor faz sobre os personagens e suas vidas, suas escolhas, seus problemas.

O principal tema abordado é a relação peso versus leveza. Para o autor, a leveza é representada por uma vida de liberdade, sem engajamento nem compromissos, e o peso seria o contrário. É através do relacionamento amoroso entre os personagens que o autor ilustra essa relação de peso/leveza em nossas vidas, e as consequencias de nossas escolhas.

O fato é que na vida estamos sempre lidando com esta relação de peso/leveza e quase sempre temos que abrir mão de um para ter o outro. É uma utopia imaginar ser possivel levar uma vida de total liberdade e sem nenhum engajamento, até porque uma vida assim seria uma vida sem sentido.

Gostei tanto do livro que logo em seguida comprei outro do mesmo autor: A Identidade. É um livro bem pequeno, de apenas 115 páginas, mas também muito bom!

Nele, o tema principal é a importância de manter a sua identidade e sua essência nos relacionamentos. Muitas vezes os casais acabam vivendo uma vida em comum de tal maneira que se fundem e acabam se tornando uma coisa só. As pessoas até esquecem do que gostavam e o que queriam quando eram jovens, pois vivem a vida do outro e a vida em comum, mas não a própria.

A história toda se desenrola quando Chantal está na praia e se dá conta de que os outros homens não olham mais para ela. Em seguida ela expõe esse sentimento para o seu companheiro, Jean Marc, que num ato de compaixão, acaba tomando uma atitude que traz uma reviravolta na vida dos dois (e a partir daí não posso contar, pois perderia a graça do livro).

Enfim, os dois são livros para pensar e refletir. Não só sobre relacionamentos amorosos, mas sobre relacionamentos em geral, e principalmente sobre si mesmo. Afinal, para que qualquer relação dê certo, sejam relações de amizade, de amor, e até no trabalho, é necessário se conhecer e se respeitar, mas sempre sabendo que é preciso fazer concessões.

Estes foram os primeiros livros que li este ano. Gostei muito e recomendo os dois! Inclusive, pretendo reler a Insustentável Leveza em breve!

Advertisements

6 thoughts on “Primeiros livros de 2013 – Milan Kundera

  1. Querida, comprei esse livro como indicação sua.
    Comecei a ler “A Insustentável leveza do ser”, comecei a ler e mto bom, mto interessante mesmo. Nao consegui ler ainda por conta da minha vida de estudos agora, mas o pouco q eu li ja me fez pensar muito. Adoreiiii o post, seu blog ta mto ecletico!

  2. Aiiiii, voce ta mto cultaaaa! Adorei a dica 🙂 O pano de fundo historico parece bem interessante!

    Comentario direto de Portugal hein?? Viu como vc é importante 🙂

    beijosssss, love you

  3. Kundera foi minha primeira das grandes paixões literárias. Comecei pela Insustentável Leveza do Ser, mas também sou fascinada pelo Livro do Riso e do Esquecimento e por A Brincadeira — realmente, livros fenomenais. Eu não saberia dizer qual prefiro, apesar de a parte 2 – Mamãe do Livro do Riso ser uma das leituras que mais marcou a minha vida.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s